Categoria: Direito Trabalhista Data: 14 de setembro de 2020

DIREITOS DOS PROFISSIONAIS BANCÁRIOS

Atualmente há diversas instituições financeiras em todas as cidades e devido a isso a emprega de pessoas capacitadas para trabalhar é muito grande, vai desde o atendimento presencial nas agências, no teleatendimento e em escritórios centrais. Todo trabalhador é protegido pela CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DE TRABALHO (CLT) e no caso dos profissionais bancários também.

Sabemos que em todas os setores é difícil fazer com que o direito do trabalhador seja preservado já que as instituições financeiras buscam meios de minimizar seus custos com a mão de obra e aumentar seu lucro em todos o sentidos, por isso é muito importante que os profissionais bancários estejam atentos aos seus direitos e quando se sentir desconfortável com a situação deve procurar seus direitos em uma advocacia que atue diretamente nesta área de atendimento.

DIREITOS TRABALHISTAS (CLT)
De uns anos para cá o número de processos judiciais de profissionais bancários aumentou consideravelmente, pois como o intuito da instituição é obter lucro a qualquer custo, tem deixado cada dia mais de cumprir com as leis da CLT. A falta de informação sobre os direitos destes profissionais podem causar diversas situações que são ilegais e por não conhecerem seus direitos os levam a crer que é normal e até mesmo parte de sua função.

Casos com mais de uma função e salário apenas de uma (provavelmente o salário da função mais baixo), o não recebimento das horas extraordinárias entre outros problemas muito comuns, mas para evitar todo e qualquer prejuízo continue a leitura e conheça os principais direitos dos profissionais bancários.

JORNADA DE TRABALHO
Normalmente a jornada de trabalho de um profissional bancário é de 6 horas diárias, caso ultrapasse esse período é obrigatório o pagamento das horas extras. Caso o cargo seja de confiança a jornada de trabalho é estendida para 8 horas diárias e o mesmo acontece caso seja ultrapassado este período, o pagamento de horas extras se torna obrigatório.

Mas exatamente o que são os cargos de confiança?
Os cargos de confiança são definidos quando o empregado exerce atividades de grande confiança, onde tem em seu “poder” subordinados, procurações, assinatura autorizada entre outras atividades. Caso a função seja apenas gerente e não esteja nessa posição de confiança com todas essas atividades em seu seu “poder” é obrigatório que seja cumprida a jornada de apenas 6 horas diárias e que caso necessite ficar tempo a mais, a sétima e oitava hora entrará como hora extra.

INTERVALOS DE REFEIÇÃO E DESCANSO
O direito trabalhista é claro é previsto um intervalo de descanso de 15 minutos para todos os funcionários bancários quando a jornada é de 6 horas diárias, a partir do momento em que o horário de trabalho for de 8 horas diárias deverá ser cumprido 1 hora de intervalo de refeição e descanso. Caso a instituição deixe de cumprir essa regra, deverá indenizar o empregado em 50% sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho.

SUBSTITUIÇÃO DO EMPREGADO
Em diversos momentos empregados terão que se ausentar do trabalho seja por doença, maternidade ou até mesmo acidentes, férias e etc. Quando casos assim aconteça e seja necessário uma pessoa para substituir este empregado substituto deverá receber o mesmo salário daquele que está ausente.
É importante lembrar que se for momentos de ausência eventuais como por exemplo de 1 dia a 1 semana esta regra de salário não se aplica.

EQUIPARAÇÃO SALARIAL
Empregados que trabalham para a mesma agência, na mesma cidade, realiza a mesma função e não tenha diferença de 4 anos deve receber o mesmo salário. Mesmo que o cargo seja diferente e exerça as mesmas funções ainda assim a equiparação salarial deverá acontecer.

DOENÇA LABORAL
Doenças psíquicas, ansiedade, síndrome do pânico, depressão e lesões por esforços têm ligação direta com as atividades bancárias, o profissional do setor bancário é um dos que mais sofrem com esses tipos de doença já que a pressão e o acúmulo de funções e atividades são grandes, além de metas e prazos absurdos que trazem consequências físicas e psicológicas para o empregado.

A Sanches e Sanches é uma advocacia especializada em direitos dos profissionais bancários e por isso está apta para lhe ajudar caso necessite de ajuda!

Compartilhe este post: